09 maio 2017

Usiminas em progresso ao crescimento

O presidente da Usiminas, Sergio Leite, expôs ontem (04), que no último ano a economia ligada a Usiminas teve uma queda de 3,6% no PIB. O projeto de crescimento da siderúrgica gira em torno de 3 a 5 anos de estabilização e planejamento do futuro, que está relacionado com a produção de aço plano.O Brasil em 2016 consumiu mais de 9 milhões em aço plano, o que gera um pouco de desconforto na equipe da usina, que espera um publico em torno de 14 milhões de toneladas de produção de aço plano.

De acordo com dados fornecidos pelo presidente, o Brasil alcançara a meta de produção de aço bruto apenas em 2025.Os resultados da Usiminas em meio a crise no Brasil não é dos piores, após a entrada de Sergio ao comando, a empresa demonstrou lucro na soma de 11 meses ao comando. O projeto de Sergio no entanto é que as três forças da Usiminas (Brasileira, Italiana/Argentina e Japonesa) possa somar as forças em crescimento em prol da siderúrgica.

As metas relatadas pelo presidente, está em relação a segurança do empregado na área do trabalho; meta de motivação do empregado, relacionado com o reconhecimento do funcionário para a empresa, gerando o foco no cliente e na sua necessidade. As metas sendo cumpridas, poderão ser sonhados a partir de 2018 a criação de novos postos de trabalho, a re-ligação do auto forno 01.

Sergio espera que na reunião marcada com os acionistas para o próximo dia 11 de Maio, sejam apresentadas as propostas de crescimentos e aprovadas para dar continuidade ao trabalho, resultando também em mais rendas para o município que vive em torno do colar metropolitano da siderúrgica e de Ipatinga.

Programa Garimpando Oportunidades:Boas possibilidades de negócios devem movimentar o Vale do Aço com o relançamento do programa Garimpando Oportunidades, anunciado nesta quinta-feira (04/05) com novidades em relação à sua primeira edição, realizada entre 2011 e 2012. Ancorado pela Usiminas, com gestão executiva e administrativa da FIEMG Regional Vale do Aço e gestão operacional da Agência de Desenvolvimento de Ipatinga (ADI), o programa promove a integração entre fornecedores locais e empresas parceiras, com o objetivo fomentar a competitividade e o desenvolvimento da indústria regional.Entre os avanços está a ampliação dos segmentos contemplados pela iniciativa, antes restritos ao setor metalomecânico, com a entrada das empresas ArcelorMittal, Aperam e Cenibra.

Assim como a Usiminas, as companhias irão disponibilizar oportunidades para homologação de fornecedores locais em suas cadeias produtivas, de acordo com os critérios estabelecidos pelo programa. “Nesta nova fase do Garimpando Oportunidades, pretendemos integrar forças políticas, empresariais, governamentais e sociais em prol do aumento da competitividade das empresas do Vale do Aço, por meio da diferenciação tecnológica e da geração de riquezas”, afirma o presidente da Usiminas, Sergio Leite.

Henrique Hélcio Eleto, coordenador geral do programa, explica que serão realizadas rodadas de negócios para apresentar aos potenciais fornecedores todo o funcionamento da iniciativa. “O fluxo para a identificação e habilitação desses fornecedores inclui uma avaliação das suas empresas, em que é detalhado o perfil do negócio e elencadas suas especialidades e oportunidades de desenvolvimento”, explica.

Para o coordenador, trata-se de um grande instrumento para o empresário que participa do processo, que terá acesso a um diagnóstico, elaborado pelo comitê de avaliação do programa, com análise de aspectos como metodologia de trabalho, capacidade técnica, equipamentos e recursos, segurança ocupacional, meio ambiente e qualidade (gestão e certificações). As empresas que obtiverem nota superior a 75 nessa avaliação, chamada Parecer Técnico de Qualificação, estarão aptas a serem homologadas pelos parceiros do programa. As que tiverem nota inferior poderão receber suporte do Sebrae, da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM) e de universidades como a Unileste, que apoiam o Garimpando Oportunidades na área de capacitação e desenvolvimento.

Fonte: Inda
Seção: Siderurgia
Publicação: 05/05/2017

Comentários

comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *