22 set 2017

Usiminas divulga na Assembleia ações e planos de investimentos.

O presidente da Usiminas, Sergio Leite, apresentou aos parlamentares mineiros, no começo da semana, as ações e os planos de investimentos da empresa para o próximo biênio. Entre as boas notícias relatadas pelo CEO da Usiminas, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG)estão, a reativação de um alto forno em Ipatinga, e a retomada das contratações de mão de obra.

A presença de delegação dos diretores da Associação dos Metalúrgicos Aposentados e Pensionistas de Ipatinga – AAPI demonstrou o quanto engajada e parceira a entidade é com a siderúrgica. Da mesma forma, o representante dos trabalhadores e aposentados no conselho de administração da Usiminas, o ex-deputado estadual Luiz Carlos Miranda, levou comitiva de representantes sindicais que foram empenhar seu apoio às ações da atual diretoria, sobretudo, pelo alinhamento fundamental com a política de geração de emprego e renda no Vale do Aço.

As palavras do Vice-presidente da AAPI, Elias Caetano Ferreira, em o ponto alto foi que “Ipatinga é comandada pelos aposentados” exemplificando que o prefeito Sebastião Quintão, o presidente da Câmara Municipal Nardyelo Rocha, o presidente da Usiminas Sérgio Leite e o representante no conselho de administração da siderúrgica, Luiz Carlos Miranda são aposentados e estão à frente de postos estratégicos do comando da sociedade ipatinguense foi recebido com muita surpresa e gerou descontração no ambiente.

Grau de Risco da Stand and Poors – A Usiminas obteve durante essa semana duas novas e importantes conquistas para o processo de reestruturação iniciado recentemente pela companhia. Depois de comemorar os bons números contabilizados no segundo trimestre deste ano – o melhor resultado dos últimos trezes trimestres, a empresa teve seu rating elevado pela agência de classificação de risco, Standard & Poors, de CCC+ para B- (outlook positivo). Isso reflete em toda a cadeia produtiva e, sobretudo, no ambiente de negócios que, por sua vez, indicará a volta dos investimentos por parte dos fornecedores da siderúrgica, aumento do crédito direto a empregados das empresas do grupo (uma vez que a solidez econômica está sendo recuperada e o setor secundário “comércio e serviços” seguem o mesmo caminho investindo em estoques e contratando).
Agora, é só pedir que Temer e sua turma não atrapalhem.

*Ronaldo Soares – Consultor.

 

 

Fonte: Portal Diário do Aço.

Comentários

comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *