13 mar 2017

Fusão de empresas na siderurgia

Divulgação

Entre as várias mexidas no tabuleiro da reestruturação da siderurgia no Brasil, duas grandes empresas anunciaram fusão: a ArcelorMittal Brasil e a Votorantim assinaram um acordo definitivo por meio do qual a Votorantim Siderurgia se tornará uma subsidiária da ArcelorMittal Brasil, enquanto a Votorantim passa a deter uma participação minoritária na ArcelorMittal Brasil. As operações de aços longos da Votorantim na Argentina (Acerbrag) e Colômbia (Paz del Rio) não foram incluídas na transação.

A combinação dos negócios resultará em um produtor de aços longos com uma capacidade anual de 5,6 milhões de toneladas de aço bruto e 5,4 milhões toneladas anuais de laminados. Entre a diversidade de produtos gerados por elas está o aço utilizado na construção civil.

As instalações de produção incluem plantas da ArcelorMittal Brasil em João Monlevade, Cariacica (ES), Juiz de Fora (MG), Piracicaba (SP) e Itaúna (MG), e as plantas da Votorantim Siderurgia em Barra Mansa e Resende (ambas no RJ), bem como sua participação na Sitrel, em Três Lagoas (MG).

“A expectativa é que a fusão gere sinergias em termos de custos, logística e operação. As instalações de produção combinadas são geograficamente complementares, possibilitando maior proximidade e melhorias nos serviços para a base de clientes”, diz nota das empresas.

A transação está sujeita ainda à aprovação dos órgãos reguladores no Brasil, incluindo o CADE. Até o fechamento do acordo, a ArcelorMittal Brasil e a Votorantim Siderurgia permanecerão como companhias separadas.

Comentários

comentários


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *